Crianças visitam estande do Deracre no parque de exposições e revelam máquinas favoritas

Crianças visitam estande do Deracre no parque de exposições e revelam máquinas favoritas

Para os pequenos, a feira agropecuária se tornou um grande parque de diversão.

A Expoacre é uma feira de exposição agropecuária, conta com apresentação de shows, rodeios, leilões, praça de alimentação e parque de diversão. Em sua 47ª edição, a Expoacre 2022 tem recebido pessoas de todos os lugares do Acre. A feira é ponto de encontro da família acreana para fazer compras e levar as crianças para se divertir.

“É um momento especial também para os pequenos que visitam a feira e que amam as máquinas”, afirma o presidente do Deracre, Petronio Antunes.

No estande do Deracre, as crianças que acompanham seus pais e mães fazem a festa. É que, para os pequenos, todo o espaço de exposição projetado pela autarquia se tornou um local diversão e de brincadeira. Em meio aos totens de obras, trator esteira, retroescavadeira, balsa, troller e usina móvel que se tornaram atrações tão visadas quanto o parque de diversão da feira.

Na companhia dos responsáveis, crianças sobem e descem das máquinas para fazer fotos ou apenas para ter um pequeno gostinho do que é pilotar veículos que pesam toneladas.

image1_6.jpeg

O pequeno Jhon Jaime, de 3 anos, disse que experimentou de pertinho como era pilotar uma retroescavadeira. Acompanhado da mãe, Rosa Barbosa, e do pai, James Barbosa, pararam no estande do Deracre para tirar uma foto e ver de perto os totens das máquinas recuperadas pela autarquia.

Já os filhos Diogo e Bernardo, da mãe Paula Nicolini e do pai Diego Assis Pinto, queriam ver de perto e entrar na retroescavadeira para ter a sensação de pilotar uma máquina.

Os pequenos são apaixonados por máquinas e estiveram com toda a família na feira. Eles corriam por todos os lados, tentando subir em todos os veículos que conseguiam encontrar pela frente, mas sempre sendo auxiliados pelos pais.

Alice Nascimento, de 8 anos, e Ágatha Nascimento, de 6 anos, disseram que gostariam de dirigir uma máquina. Na oportunidade, as duas pequenas conheceram a cabine de realidade virtual do Deracre, onde puderam visualizar as obras do Estado bem como tiveram a sensação de pilotar uma máquina.