Mailza surge como nome forte nos bastidores para ser vice de Gladson; saiba quem está no páreo

Mailza surge como nome forte nos bastidores para ser vice de Gladson; saiba quem está no páreo

A poucas horas da convenção do PP, que vai oficializar a candidatura à reeleição de Gladson Cameli e as chapas proporcionais do partido, o nome da senadora Mailza surge forte nos bastidores como a possível pré-candidata a vice.

Outros nomes já divulgados e badalados circulam nos corredores do Palácio Rio Branco, são eles: os ex-secretários Rômulo Grandidier (Fazenda e Casa Civil) e Alysson Bestene (Saúde) e o ex-deputado estadual Ney Amorim.

A convenção do PP está marcada para acontecer a partir das 17 horas no ginásio do Sesc.

Mailza

A senadora Mailza teria sido convencida a ser vice de Cameli durante uma reunião que se estendeu até a madrugada desta sexta-feira (5). O encontro contou com a participação do governador e de um importante líder evangélico, que teria convencido Mailza. Os dois, aliás, participaram juntos do show gospel da cantora Bruna Karla, ontem à noite, na Expoacre.

No Palácio Rio Branco, alguns dos assessores do governador veem em Mailza o nome ideal para vice. Mailza é do PP, é a que mais agrega, é leal e tem postura equilibrada ideal para o cargo de vice-governadora. Tem ainda o fato de ser evangélica, o que agregaria bastante.

Rômulo Grandidier

O contador Rômulo Grandidier é o nome entre os concorrentes a vice de maior prestígio na família Cameli, mas tem uma enorme resistência entre importantes apoiadores de Gladson, entre eles assessores próximos ao governador. Está no páreo, porém não se sabe se o governador estaria disposto a desagradar amigos.

Alysson Bestene

Outro nome forte. Há pressão da família Bestene. É um amigo leal a Gladson, que o chama carinhosamente de “porquinho”.

Ney Amorim

O ex-deputado estadual, presidente do Podemos, é cotado para candidato a senador, mas também seria o plano B para vice de Cameli.