A poucos meses das eleições, Jorge Viana tenta aceitar o mundo dos memes e vender imagem humorada e popular

A poucos meses das eleições, Jorge Viana tenta aceitar o mundo dos memes e vender imagem humorada e popular

A quatro meses das eleições, Jorge Viana tenta mostrar uma face que não é a sua: a de um sujeito bem humorado que insiste em flertar com o popularesco.

JV sabe mexer as máquinas política e governamental a seu favor, por vezes apresenta fundamentação em suas narrativas bem construídas há mais de duas décadas, conhece o Acre como poucos do seu meio, mas não combina com o quibe carregado de óleo, o ralador de milho e a sunga. E não combina porque foi com uma face às vezes sisuda com sorrisos montados e fama de rigidez que ele acostumou seus eleitores, admiradores e fãs. Foi assim que virou, reconhecido até por seus adversários e inimigos, um dos maiores políticos do Acre.

Ontem, em suas redes sociais, Viana publicou um meme dele nas redes sociais. Uma montagem de um chará seu vendendo milho verde na praia. A foto de um Jorge Viana ambulante foi colada à imagem do petista vestido de sunga ralando milho.

No post, Viana disse que seus seguidores “podem mangar” do meme. Mas também combinaria com ele sugerir: “Vocês estão autorizados a rir”.

Memes e piadas não combinam com Jorge. É um caso raro de alguém que se engasgou com líquido. Ele jamais soube engolir o refrigerante de Dubai...